Você é um profissional?
Cadastre-se
CÂMERAS DE SEGURANÇA

As câmeras de segurança ou os sistemas de vigilância não impedem, fisicamente, a entrada de ninguém em um local. Mas são um forte componente psicológico, que atua coibindo a ação, pela consciência de que aquele ato está sendo gravado, ou até mesmo pelo medo de que exista alguém observando aquela imagem em tempo real. Por isso, um sistema de câmeras de segurança pode ter um efeito maior do que um cadeado ou um muro.



Existem até mesmo locais que utilizam câmeras falsas ou somente um aviso de filmagem, no lugar de um sistema de vigilância, apenas pelo componente psicológico que a possibilidade de ser filmado insere. Na outra ponta da tecnologia, já existem até mesmo sistemas de segurança que utilizam a tecnologia de reconhecimento facial.

CFTV - Circuito Fechado de TV
O Circuito Fechado de TV, conhecido também pela sigla CFTV, é um sistema de TV que distribui as imagens de uma ou mais câmeras de vídeo, posicionadas em locais específicos, para um ou mais pontos de visualização.
Quando se fala na instalação de câmeras de segurança, normalmente é de um Circuito Fechado de TV que se está falando. É ele o sistema que dá atualmente a segurança para residências, escritórios ou pontos comerciais, entre outros.




Existe atualmente uma enorme gama de opções de CFTV no mercado, que vão de modelos bem simples e com apenas uma câmera, a sistemas mais sofisticados, com uma rede de câmeras e maior tecnologia. Esse tipo de tecnologia já é bastante acessível, e é possível até mesmo configurar uma webcam e um computador para funcionar como um CFTV caseiro.


As vantagens de um sistema de vigilância
O uso de câmeras de segurança, como já dissemos, possuem um componente psicológico que atua inibindo todo tipo de crime, e essa é obviamente a maior e principal vantagem de utilizar um circuito fechado de TV.
Mas além dessa, existem outras vantagens em utilizar um CFTV. Em algumas situações, como em um escritório ou um estabelecimento comercial, o sistema de vigilância serve também como uma ferramenta do RH, já que é possível monitorar as atitudes de cada funcionário dentro do estabelecimento, observação esta que pode ser utilizada posteriormente para melhorar o desempenho da equipe.
Outra vantagem é quando a simples presença das câmeras não inibem o crime, e todas as imagens que foram processadas na cena do crime poderão ser utilizadas como provas.




A facilidade e praticidade do uso desse tipo de sistema, atualmente, também é uma vantagem considerável. Em grande parte desses sistemas de segurança, qualquer pessoa com a devida permissão pode acessar quaisquer das imagens de um sistema em tempo real, precisando apenas de um PC, um notebook, e até mesmo, em alguns casos, um simples smartphone.


As tecnologias do Circuito Fechado de TV
Os primeiros CFTVs possuíam tecnologia somente analógica, mas esse mercado vem se desenvolvendo muito rapidamente, e temos hoje uma série de tecnologias de CFTV, algumas delas que são somente melhorias do sistema analógico. Apesar de tantos nomes para essas tecnologias, como HDCVI, HDTVI, AHD, FULL HD e IP, elas possuem detalhes e características dentro de apenas duas vertentes, que é o CFTV Analógico e o CFTV por IP.

CFTV Analógico
O sistema analógico é bastante confiável, mais barato, e possui muitas opções de equipamentos no mercado, tanto de câmeras, como dos dispositivos para a gravação. Porém, ainda nos sistemas analógicos melhorados, a qualidade da imagem é sempre inferior a do sistema por IP, e é mais difícil expandir o sistema, já que o número de câmeras possíveis fica limitado à capacidade do dispositivo de gravação.

CFTV por IP
Esse tipo de sistema utiliza uma rede local de computadores, e suas imagens podem ser acessadas de qualquer local via internet, acesso esse que pode ser criptografado para que somente as pessoas autorizadas possam utilizar. O uso de softwares e servidores para a gravação permite um uso muito maior de câmeras, e a qualidade das imagens, bem como os recursos para filmagem, são muito maiores.


Os tipos de câmera de segurança
Existem muitos tipos de câmera de segurança para circuitos fechados de TV disponíveis atualmente no mercado. Cada uma delas possui sua própria finalidade e forma de uso, como essas a seguir:


Bullet



A câmera do tipo bullet é a mais utilizada no mercado, com um maior número de modelos diferentes.


Mini Câmera




Usada em locais onde haja pouco espaço ou a necessidade de discrição. A qualidade das imagens é sempre baixa.


Dome




As câmeras dome estão substituindo as mini câmeras, pois elas também são discretas, tem um melhor acabamento, maior qualidade de imagem e mais recursos.


Profissional



A câmera profissional ou box é a que tem os maiores recursos e configurações, com boa qualidade de imagem e a possibilidade da troca de lente.


Speed Dome


São câmeras geralmente grandes, que possuem ótima qualidade de imagem, além de recursos de movimentação e zoom.


Falsas e camufladas
O que é chamado de câmera falsa não é na realidade uma câmera, mas apenas uma simulação, para inibir ações indesejadas. Já as camufladas simulam outros objetos, para que o monitoramento permaneça oculto.

Outras
Existem tipos de recursos que podem estar presentes em vários desses tipos de câmera, como o infravermelho, que permite filmar com ausência de luz, o funcionamento via IP, que permite o envio direto para um servidor de internet, e a sem fio, que utiliza a tecnologia wireless para o envio de imagens.


Escolhendo o seu sistema de vigilância
É importante saber avaliar adequadamente que tipo de sistema e de câmeras de segurança são mais adequados ao seu caso, e para isso, talvez seja necessária a consulta de um profissional, que vai saber avaliar sua necessidade e a melhor solução, considerando também o seu orçamento.

Escreva um comentário...