Você é um profissional?
Cadastre-se
LÂMPADAS DE LED - VANTAGENS E DESVANTAGENS

As lâmpadas de LED são componentes eletrônicos semicondutores, ou seja, Diodo Emissor de Luz (L.E.D = Light emitter diode). Proporcionam até 80% de economia de energia em comparação com as soluções de iluminação tradicionais e requerem o mínimo de manutenção devido à vida útil extremamente longa, muito superior as suas equivalentes incandescentes ou fluorescentes.

Portanto, a substituição das lâmpadas tradicionais pela iluminação LED é uma forte tendência, pois esta oferece vantagens principalmente em termos de durabilidade e economia. Tanto que, após perceber que há uma redução real nos custos com energia, muitas empresas começaram a optar pela iluminação LED.

Porém, nenhum produto apresentam apenas aspectos positivos, ao longo desse artigo apresentaremos os dois lados das Lâmpadas LED as suas vantagens e desvantagens, fazendo você avaliar quais as melhores opções para o seu projeto e estilo de vida.


VANTAGENS


Vamos começar pelas vantagens, como já vimos na introdução as lâmpadas LED possuem muitas vantagens significativas, como por exemplo a redução do consumo de energia, a vida útil elevada, dentre outras que serão explanadas neste tópico.

• Consumo de energia: Estas lâmpadas apresentam maior eficiência energética do que as Lâmpadas incandescentes e halógenas. Enquanto uma lâmpada incandescente gasta certa de 60 W para produzir uma determinada quantia de lúmen (quantidade de luz produzida por uma lâmpada), um conjunto de LED precisa de apenas 20 W.

• Vida útil: A vida útil de uma LED pode chegar a mais de 50.000 horas de vida útil, quase 50x mais do que as lâmpadas incandescentes, fluorescente e alógenas.

• Conforto térmico: Como não possuem raios infravermelhos a quantidade de calor emitida é mínima, configurando como lâmpadas frias, dependendo do tipo de instalação, contribuem para diminuir os custos com a climatização do ambiente.

• Ausência de ultravioleta: Não emitem radiação ultravioleta sendo ideais para aplicações onde este tipo de radiação é indesejada.

• Baixa voltagem: Pode ser usada em ambientes úmidos ou na água (como piscinas e saunas) sem risco de choque. Não apresenta risco de queimadura por contato podendo ser instaladas em pequena altura, como balizadores, por exemplo.

• Resistência a impactos e vibrações: Utiliza tecnologia de estado sólido, portanto, sem filamentos, vidros, entre outros materiais. Permitindo que a lâmpada seja mais robusta e resistente a impactos, vibrações, variações de temperatura.

• Facilidade de descarte: Como não possuem vidro, filamentos metálicos, mercúrio ou outras substâncias tóxicas em sua composição não necessitam de tratamentos especiais na fabricação e descarte. O alumínio e o aço utilizados em sua estrutura podem ser reciclados.

• Cores vivas e saturadas: como as lâmpadas de LED emitem um comprimento de onda monocromático (emissão de luz na cor correta) as lâmpadas coloridas são mais vivas e saturadas. Dispensam o uso de filtros de luz. Utilizadas adequadamente pode-se obter um variado espectro de cores, com diferentes tonalidades, inclusive de branco.


DESVANTAGENS

Como foi dito no início do artigo, nenhum produto apresentam apenas aspectos positivos. Vamos agora exemplificar alguns pontos negativos das lâmpadas de LED.

• Custo: Como dito anteriormente o custo de uma lâmpada de LED ainda é muito superior ao custo de outras lâmpadas. Uma lâmpada fluorescente compacta de 15w custa em média R$9,00 enquanto uma lâmpada de LED com 7w custa por volta de R$35,00.

• Dependência de componentes importados: Parte da matéria-prima utilizada na fabricação das lâmpadas ainda é importada.

• Adaptação para luminárias existentes: nem sempre a luminária que você já possui consegue se adaptar a uma lâmpada de LED, assim, antes de fazer a troca é preciso verificar esse item para que a substituição se justifique.

• Baixo IRC: as lâmpadas de LED ainda deixam a desejar no que diz respeito ao Índice de Reprodução de Cor que gira em torno de 80 IRC, diferente da fluorescente que consegue atingir IRC de 85 a 95.

• Radiação eletromagnética: As Lâmpadas de LED emitem bastante radiação eletromagnética, um tipo de radiação nocivo. Que segundo o Dr. Alexander Wunsch, podem ocasionar o aumento dos casos degeneração macular relacionada com a idade (DMRI), que é a principal causa de cegueira nos Estados Unidos e em muitos países.
 

Relacionado
Fases da Obra
Escreva um comentário...
MAIS ARTIGOS
12 Cuidados com a energia elétrica
Reformas sem dores de cabeça
Lâmpadas de LED